Mestre Tavares

Também para o Sangue na Guelra 2015 – na Olaria

26/03/2015

Desde 2004 que não sai da cabeça do André a experiência Velhas Técnicas Novos Conceitos (Arquivada num velhinho site Flash que só arranca realmente ao segundo refresh ctrl_R ou cmd_R). Desde então foram várias as tentativas de viabilizar/reactivar o projecto. Se calhar não é isso que tem que acontecer, se calhar já acontece sempre que surge uma deixa. O convite da organização do Sangue na Guelra foi uma dessas oportunidades de re-visitar uma lógica de trabalho que é cada vez mais pertinente.

Depois, foi só aproveitar a infra-estrutura da DAR, para documentar o processo e para o promover e contar com o hábil Mestre Tavares para trazer à vida o que até então eram uns rabiscos. Sim, isto do projecto com artesãos é um acto conjunto, um equilíbrio entre partes num processo altamente orgânico e personalizado. Algo que evolui em qualidade há medida que a qualidade das relações humanas também evolui…. Com o tempo!

Esperemos que gostem e que acima de tudo sejam pratos que façam brilhar o que quer que recebam, intensificando a experiência de todos os que vão desfrutar de mais uma edição do Sangue na Guelra.

Acreditamos que a partilha/colaboração motivada por um Fablab, pode perfeitamente extravazar as fronteiras do espaço físico e digital ao qual está habitualmente confinado, procurando a manualidade e mestria dos mais diversos artesãos.

Tags: , ,